THE BLOG

31
jul

Gatos, celebridades na web, fazem campanha para salvar tigres!

cats_save_tigers_greenpeace_hamilton_the_hipster_cat

 Gatos famosos na internet deram uma pausa nos Likes para salvar parentes em perigo: o tigre!

Para o Dia Internacional  do Tiger, em 29 de julho, o Greenpeace reuniu as maiores estrelas felinas da web, tais como: o Hamilton o Gato Hipster, Lil Bub, Cat Nala, Capitão Panquecas e Princesa Monster Truck em um vídeo.

Como seu habitat natural é destruído para materiais como óleo de palma, carvão e madeira, os tigres estão enfrentando a extinção.

Tracy Frauzel,  do Laboratório de Mobilização pelo Greenpeace diz:

Há apenas cerca de 3.000 tigres selvagens e apenas 400 existem na Indonésia, onde temos trabalhado para evitar o desflorestamento. Nos últimos cinco anos o Greenpeace conduziu campanhas para conseguir mudanças, levando empresas como a P&G, Nestlé, Unilever e Hasbro a investigar suas cadeias de fornecimento e a mudança de políticas, ajudando a proteger o habitat do tigre. Mas os tigres estão correndo contra o tempo! Então, nós queríamos levar este problema a um público muito maior de amantes dos gatos, em uma ação para salvar os tigres.

A idéia era o resultado da colaboração entre o Greenpeace eo Sr. Presidente, uma agência de criação com sede em Londres.

A campanha tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a situação do tigre entre os jovens, oferecendo uma mensagem séria de uma forma divertida e interativa.

Fonte: PSFK

30
jul

15 anúncios antigos bizarros!

Confira alguns anúncios antigos realmente bizarros. Temas como machismo, drogas e armas eram tratados com uma naturalidade assustadora. Será que é assim que vamos enxergar nossos anúncios atuais daqui 50 anos?

AnuncioBizarro_01 AnuncioBizarro_02 AnuncioBizarro_03 AnuncioBizarro_04 AnuncioBizarro_05 AnuncioBizarro_06 AnuncioBizarro_07 AnuncioBizarro_08 AnuncioBizarro_09 AnuncioBizarro_10 AnuncioBizarro_11 AnuncioBizarro_12 AnuncioBizarro_13 AnuncioBizarro_14 AnuncioBizarro_15 AnuncioBizarro_16 AnuncioBizarro_17 AnuncioBizarro_18 AnuncioBizarro_19Fonte: Diretores de Arte

 




29
jul

Ensaio fotográfico documenta multidões assistindo a Copa do Mundo.

Ensaio fotográfico Documentos multidões assistindo a Copa do Mundo

Jane Stockdale captura espectadores e emoções em locais em todo o Brasil.

O escritor Damian Platt afirma  que o Brasil sediou um das mais felizes e mais emocionantes Copas do Mundo. Os jogos foram imprevisíveis, chocantes e emocionantes. Os espectadores de todo o mundo assistiram em antecipação, a partir do conforto de suas casas ou no pub local.

O fotógrafo Jane Stockdale, capturou as multidões no Brasil em sintonia com os eventos esportivos assistidos por quase metade da população mundial. O ensaio fotográfico intitulado, “Assistindo a Copa do Mundo “, é uma viagem através de ambientes e emoções como torcedores, em espaços públicos, nas praias, em estações de ônibus, lojas, hospitais e supermercados.

Em sua narrativa, Platt descreve a violência tumultuosa que infectou comunidades fora das praias vibrantes no bairro da Zona Sul em 2014, além das emoções captadas da extrema alegria até ao desespero. Com o Brasil no centro das atenções, as autoridades implantaram a segurança pública e tropas armadas. Quando a multidão comemorava, os seguranças estavam conscientes e alerta das ameaças potenciais que daí poderiam resultar.

Soldados na rua

Segurança armada nas ruas

Platt menciona a magnitude dos tiroteios que tornaram o ano particularmente conturbado, mas também destaca as consequências positivas dos jogos do Brasil, trazendo alegria e celebração para as ruas. Fotos mostram crianças e adultos que desfilam com a camisa número 10 em apoio ao herói nacional, Neymar. O projeto de Stockdale retrata brilhantemente a experiência, variando entre civis e seus protetores armados, que igualmente desfrutaram o jogo.

Mas a Copa do Mundo não é simplesmente sobre o futebol: Stockdale correu até a praia de Copacabana e documentou moradores e turistas que gostam de cervejas e caipirinhas enquanto assistiam os jogos em uma tela ao ar livre.

Após o resultado da Argentina contra Alemanha ele captura o poder do jogo: tanto pessoas mais velhas ou mais jovens que choram em descrença. Platt descreve a praia como um “campo de batalha” após a perda da Argentina.

Relógios Mulheres Brasil perder em choque

Confira as emocionantes fotografias e o relato no site: www.watchingtheworldcup.com

Fonte: PSFK

29
jul

Ilustrador cria animação para pedir namorada em casamento.

adam1

Adam Rosenbaum conta sua história de amor em Proposal.

No último dia 21 de junho, após meses trabalhando neste projeto paralelo, o ilustrador Adam Rosenbaum mostrou a animação acima para sua namorada, Amanda. O que parecia mais um trabalho do talentoso artista de Milwaukee logo se revelou como  uma das criações mais importantes de sua vida até ali: a história de amor do casal, com direito a um pedido de casamento.

É impossível não se envolver com a história de Proposal, que apesar de retratar momentos muito particulares de Adam e Amanda, também traz situações vivenciadas por qualquer casal do mundo, enquanto o relacionamento evolui.

Ah, e caso você esteja se perguntando, é claro que ela disse sim.

Fonte: Brainstorm9




28
jul

Storytelling: como contar histórias inesquecíveis que se vendem praticamente sozinhas.

Captura de Tela 2014-07-28 às 11.41.04

Storytelling é a mais antiga forma de passar conhecimento através de gerações. Ela representa também como olhamos para diversos fatos e tomamos opiniões, já que somos influenciados por histórias e pela forma como as interpretamos.

Uma boa história é autêntica, criativa, faz uma conexão emocional e pessoal, inspira ação e leva o público a uma jornada de mudanças e transformações.

As pessoas que contam e acreditam em histórias iguais possuem valores semelhantes. A visão de mundo que temos é, simplesmente, uma coleção de histórias sobre fatos que acreditamos. Logo, uma boa história é fundamental para criar uma sensação de “nós”.

Histórias compartilhadas, valores compartilhados, visões de mundo compartilhadas. A ideia de pertencer a um grupo específico, uma tribo. Sem uma história, não há conflito, porque não é possível existir “nós” se não houver “eles”.

infografico storytelling 600px [Infográfico] Storytelling: Como contar histórias inesquecíveis que se vendem praticamente sozinhas

Fonte: Viver de Blog