Tag: impressora 3d

05
jan

Documentário sobre impressão 3D é destaque na Netflix.

 

Print a Legend vem exclusivamente para o serviço de streaming em 26 de setembro, com imagens de grandes inovações tecnológicas.

Impressão 3D Movimento Destaque na Netflix Documentário

Print a Legend é um documentário Netflix que vai apresentar a indústria de impressão 3D. Marcado para estrear no serviço de streaming em 26 de setembro, o filme apresenta imagens de grandes inovações tecnológicas desde o setor da saúde à armamentos. Dirigido, filmado e editado por Luis Lopez e J. Barro Tweel, destaca os marcos e controvérsias na indústria crescente.

print-the-legend-microcity.JPG

Produzido por uma equipe premiada, pelo documentário Freakonomics, The King of Kong, Make Believe , e de 2012, vencedor invicto do Oscar. O documentário recebeu o Prêmio do Júri de Reconhecimento Especial para Editing & Storytelling na Competição Documentário no 2014 SXSW Film Festival. Ele reuniu as cenas das principais marcas de impressão 3D americano e como eles lutam pelo domínio do desenvolvimento rápido e inovador no campo da impressão 3D.

print-the-legend-poster.jpg

A impressão 3D foi usada para imprimir de tudo, desde órgãos humanos a armas, e Print the Legend segue os avanços para trazê-la para mais consumidores. O documentário de impressão 3D também tem como objetivo oferecer um conto convincente sobre o que é preciso para viver o sonho americano.Ele rastreia startups como MakerBot e Formlabs, como eles competem para trazer um produto radicalmente inovador e inédito ao mercado, sem “se vender” e perder a sua anarquia, o código aberto e o espírito hacker. Lisa Nishimura, VP de Documentário Original e Comédia Netflix, diz:

É tão raro um filme para capturar a história sendo feita, e Luis Lopez e Clay Tweel fizeram exatamente isso em sua apresentação hábil da euforia e traições vivida por jovens empresários, detalhando a inovadora tecnologia de impressão 3D. Esta é uma visão convincente em uma mudança no jogo da tecnologia, uma vez que se aproxima um ponto de inflexão que nasce do mundo de fantasia de alguns visionários obcecados com tecnologia de must-have que possa entrar em cada casa.

Você pode conferir o trailer de impressão a legenda abaixo:

Fonte: PSFK – www.psfk.com




10
nov

Impressora de corte 3D vira máquina de tatuagem automática.

Corte 3D Printer Faz máquina de tatuagem automática
Designers franceses alteram impressora 3D permitindo que você tatue a si mesmo.

A tecnologia de impressão 3D já seguiu a curva da maioria das invenções emergentes. O estúdio de design parisiense Appropriate Audiences  público adequou uma impressora 3D e a transformou em uma máquina de tatuagem.

G3I6371_RED.jpg

O dispositivo de impressão, chamado Tatoue, afixa uma pistola de tatuagem em uma armação de metal presa a trilhos. A pistola pode mover-se em três eixos, de modo que o dispositivo de tatuagem pode seguir o caminho de qualquer linha ou curva do corpo. O processo é simples:

  1. Primeiro Passo: Escolha uma tatuagem de um banco de arquivos gráficos, ou crie e faça o upload.
  2. Segundo Passo: Acesse o arquivo pela impressora 3D.
  3. Terceiro Passo: Insira a parte do corpo a ser tatuada – atualmente funciona melhor com braços – no quadro.
  4. Quarto Passo: Fique imóvel enquanto a impressora executa o projeto e dá-lhe nova tatoo.

Durante a operação, um sensor na máquina lê as dimensões e textura da pele para ter a certeza que tatuagem seguirá a topografia do corpo.

Os fundadores da Appropriate Audiences , Pierre Emm, Piotr Widelka e Johan Da Silveira, dizem que o protótipo funciona, mas pode ser melhorado quanto a flexibilidade e acessibilidade. Eles também observam que o conceito pode ser refinado para uso em medicina, moda e arte. Eles estão atualmente trabalhando em uma terceira versão da máquina que tatuará qualquer parte do corpo.

Ainda este ano, a equipe planeja uma turnê pelo mundo para entrevistar tatuadores sobre novas técnicas e estilos, evoluindo para novas versões de sua máquina.

Fonte: PSFK





16
set

3D-reprinter, uma impressora 3D que usa materiais recicláveis.

3d-reprinter-capa

Com ela, seria possível reaproveitar materiais do dia a dia para construir novos objetos.

Se o conceito desses designers se tornar realidade, a reciclagem ganhará uma nova cara em breve. Eles são os idealizadores da 3D-Reprinter, uma impressora 3D que seria capaz de operar com materiais plásticos recicláveis do nosso dia a dia, por exemplo garrafas pet.

Bastaria inserir o plástico reciclável e a própria impressora se encarregaria de transformá-lo em plástico base para imprimir quaisquer outros materiais desejados pelo usuário, como acontece com uma impressora 3D tradicional.

3_d_reprinter3_d_reprinter2Além de inovador, o conceito é interessante para o meio ambiente, já que promove o reuso de embalagens plásticas na criação de itens customizados. Vale ressaltar que, por enquanto, trata-se apenas de um conceito, sem previsão de chegar ao mercado. Ainda assim, uma inovação que seria incrível de ver disponível para o usuário final.

Fonte: Brainstorm9

25
ago

MiniYou produz réplicas de pessoas em 3D.

Sistema é similar ao usado pela concorrente Avatoys para gerar miniaturas idênticas ao indivíduo.

Sistema é similar ao usado pela concorrente Avatoys para gerar miniaturas idênticas ao indivíduo

Um escâner 3D (com reconhecimento facial), um programa e uma impressora 3D são tudo o que o serviço MiniYou precisa para tornar realidade a criação de uma miniatura idêntica ao indivíduo.

“Este novo serviço possibilita a criação de objetos originais para presentear, ter de recordação ou até mesmo para ilustrar uma festa, como um bolo de casamento, por exemplo. Afinal, quem não gostaria de eternizar um abraço bem gostoso com aquele que ama?”, diz Raquel Casertani Topgian, uma das diretoras da marca.

O processo é muito semelhante ao da concorrente, Avatoys. Requer o escaneamento da pessoa in loco, em 360°, por meio de um programa de captação e geração de imagem 3D enviada para a impressora. São miniaturas feitas em cerâmica composta em diferentes tamanhos, gerados já na cor original, em representação real à imagem captada, sem a necessidade de pintura manual, mantendo a originalidade e precisão dos objetos impressos.

“Trata-se de um investimento mais acessível que outras tecnologias, pois reduz o tempo de trabalho empregado na confecção de protótipos e maquetes”, ressalta Raquel.

A imagem leva até 5 minutos para ser capturada, cerca de três horas para ser impressa e todo o processo, até o envio da impressão 3D ao cliente, dura aproximadamente 10 dias.

O serviço já pode ser realizado no estúdio da marca, em Santana, ou adquirido previamente no site (www.miniyou.com.br), no qual também é possível agendar o processo. Breve também nos principais shoppings da capital paulista.

As miniaturas custam a partir de R$ 149,99 (10cm – preço promocional de lançamento) e podem chegar até 38cm (valor sob consulta).

miniyou1

Fonte: IDG Now