Tag: marca

03
fev

Serviço de assinatura de maconha segue linha das marcas de luxo!

Marijuana Serviço de Assinatura tem pistas desde marcas de luxo
Marvina é o novo serviço de assinatura de cannabis!

Dane Pieri entendeu o paradoxo: empresário em São Francisco, percebeu que, uma vez que seu estado legalizou oficialmente a venda de maconha medicinal em 2003, muitos consumidores ficariam impressionados com a variedade de cepas que podiam comprar. Em resposta, Pieri lançou a Marvina -um serviço de assinatura mensal para maconha de alta qualidade, com o objetivo de cultivar um novo público de conhecedores de maconha.

Pieri descreve Marvina como um “clube de vinhos para a cannabis”, onde os assinantes recebem um pacote mensal de três a quatro cepas, cuidadosamente cultivadas, de maconha. Cada estirpe inclui descrição, efeitos previstos e um perfil de sabor. As assinaturas podem incluir sete, 14 ou 28 gramas e começam em US $ 95 por mês.

Marvina-weed-delivery.jpg

Marvina é constituída por um grupo de parceiros com uma pequena seleção de cultivadores de maconha e dispensários que adquiriem e distribuem seus produtos. Os assinantes devem apresentar cartão de identificação de maconha medicinal na Califórnia, e a entrega está atualmente limitada a São Francisco.

Embora Marvina não seja o primeiro serviço de entrega de maconha (Veja Nancy Nurse e Winterlife Cooperative, entre outros), é o primeiro a refinar o processo de entrega.

Marvina marca-se como um fornecedor de cannabis premium, exibindo uma identidade elegante, com um visual preto e vermelho, backdrops de mogno, e as descrições luxuosos que posicionam a empresa na estirpe das assinaturas premium, como Birchbox e Trunk Club, do que para transações de maconha “estereotipados” em lojas de fumar.

O sucesso da Marvina – seja na imprensa e outras midias – indica uma perspectiva de mudança do consumidor sobre a compra da cannabis. Comprar maconha não é mais explicitamente tabu; se Marvina é qualquer indicação, é uma forma de arte a ser apreciada.

Marvin

Fonte: PSFK – www.psfk.com




15
set

We Sent Their Briefs Back.

Intricada Crafted Papel Publicidade Briefs inspirado pelo Sul-Africano Bolsas de Emprego

Para promover o seu departamento de design, TBWA \ Hunt \ Hunt Lascaris  (Joanesburgo / África do Sul) criou uma campanha que envolveu transformando briefings de clientes em delicadas esculturas de papel e peças de design para mostrar às marcas as coisas incríveis que sua equipe de projeto pode fazer com os documentos.

We Sent Their Briefs Back visa ir além da prática tradicional de enviar aos clientes um portfólio em drive USB ou as credenciais da agência. Na maioria das vezes são esquecidos e os clientes não tomam conhecimento de outros serviços da agência.

TBWA-Enviamos-Sua-Briefs-Back-1.jpg

A agência, em seguida, enviou os briefings de volta para os clientes. A campanha foi tão bem sucedida que o trabalho de design da agência aumentou 450% nos primeiros seis semanas.

TBWA-Enviamos-Sua-Briefs-Back-3.jpg

TBWA-Enviamos-Sua-Briefs-Back-4.jpg

Dê uma olhada no vídeo abaixo para saber mais sobre o projeto:

Fonte: PSFK

12
ago

Maizena: 125 anos de Brasil.

Bons produtos às vezes tornam-se ícones muito por causa do significado emocional que seus pontos de contato conseguem transmitir. Aliado à qualidade do seu produto, a empresa que investe na gestão da marca, compreendendo todos os seus pontos de contato, desde o atendimento até o pós-venda, está sim preparada para virar lenda.

A Maizena, famosa marca de amido de milho, é um dos poucos produtos que conseguem transcender a relação produto-consumidor. Aproveitando-se desta vantagem competitiva, a Unilever acaba de lançar duas embalagens em estilo “retrô” para comemorar os 125 anos da Maizena no Brasil.

embalagem-retro-da-maizena-comemora-os-125-anos-da-marca-no-brasil-1407270036782_615x300

Em 1947, uma pesquisa mostrou que 80% das donas de casa de São Paulo e do Rio de Janeiro consumiam o produto. As novas caixas do produto ganharam imagens que remetem a comerciais antigos, mantendo aquele tradicional amarelo de rápida associação visual. Indo ao encontro desta preferência, as caixas são ilustradas, uma com a dona de casa que acabou de preparar um bolo usando Maizena; e a outra é estampada pelo desenho de uma criança comendo bolo.

A manutenção de um ícone

Esse foi um trabalho que começou há bastante tempo. Revisitar o passado, mesmo já tendo evoluído, é muitas vezes necessário para reforçar ainda mais os seus valores. E para alavancar ainda mais a marca, desde 2004 a Unilever conta com a Usina Escritório de Desenho, que projeta visualmente nos desenhos da embalagem os atributos e conceitos da Maizena.

Em 2004, a Usina apenas propôs uma nova hierarquia de informações aliada à nova diagramação, tornando o rótulo mais organizado, possibilitando maior destaque para o novo Desenho da marca. A “tribo indígena” foi somente reposicionada e mantido o seu Desenho original. Em 2012, a identidade visual foi mantida e pequenos ajustes trouxeram mais leveza ao Desenho. sai, por exemplo, o contorno preto na face frontal da Embalagem.

A nova tipografia da marca, que apresenta o produto, mantém o mesmo peso visual da anterior, porém deixando para trás as serifas trabalhadas, ganhando modernidade e clareza.

maizena4

 

maizena6maizena2 maizena3

A consolidação de um ícone

Além de ser sinônimo de amido de milho nos dicionários, numa versão adaptada: “maisena” (com “s”, diferente da marca registrada, que é com “z”), a marca já foi também tema de livro: Tadeu Costa escreveu a publicação Do Maíz à MAIZENA®, fruto de uma pesquisa de 15 anos, cuja ideia é mostrar esse icônico layout de mais de 140 anos.

capa-do-mais-a-maizena

140 anos por que no começo, o amido de milho Maizena Duryea era importado dos Estados Unidos. Ele começou a ser vendido no Brasil em 1874, quando o país ainda era uma Monarquia. Isso daria 140 anos de presença no mercado brasileiro. E como a marca só foi registrada em 1889, quando o Brasil virou uma República. Essa é a data considerada para as comemorações de aniversário de 125 anos.

Para finalizar, deixo à vocês leitores, algumas imagens de campanhas antigas da Maizena, essa marca ícone e tão importante na economia do país.

alta_500_px_Maizena_dg230-1995_tcm95-130108

alta_500px_Maizena_dg030-1970_tcm95-130100

alta_500px_Maizena_dg107-1941_br_tcm95-130102

alta_500px_Maizena_dg204-1977_tcm95-130106

f78e58c6f2288cfa3ad5021fb0c45ef9

MAISENA - PRODUTOS MAIZENA - MAISENA - PROPAGANDAS ANTIGAS - 096

maizena 1

maizena_2 Maizena_dg012-1962_tcm95-101060

Maizena_dg017-1964_tcm95-101061

Maizena_dg028-1970_tcm95-101064

Maizena_dg042-1985_tcm95-101065

Maizena_dg081-1966_tcm95-101062

Maizena_dg123-1946_tcm95-101058

Maizena_dg197-2003_tcm95-101066

Maizena_dg209-1958_tcm95-101059

Maizena_dg217-1953_tcm95-101063

Maizena_dg274-1959_tcm95-103383

Fonte: Design Culture